5 dicas de moda que toda mulher deve seguir

5 dicas de moda que toda mulher deve seguir

Todas temos os nossos segredos: uma receita especial, um truque de sedução infalível, um jeito só nosso de fazer as coisas. E, lógico, também temos nossas dicas de moda.

Só que, diferentemente das outras especialidades, que preferimos geralmente reservar na manga, não vemos problema algum em socializar o conhecimento que desenvolvemos acerca do uso de roupas, acessórios e maquiagem.

Digamos que se trata de uma “trégua” nessa (nem sempre) saudável competição entre iguais. Na verdade, não tem coisa mais divertida do que juntar as amigas em um closet para experimentar looks e rir das bolas fora dos rapazes, não é mesmo?

Bem, considere o post de hoje um complemento a esse arsenal de truques que todas devemos cultivar. Trata-se daquelas cinco dicas de moda obrigatórias, então é possível que você já esteja sabendo de alguma. Por outro lado, pode ser que tenha deixado passar uma ou outra. Ou, talvez, não considerou até agora certos aspectos da questão.

Seja como for, aqui vai o nosso “top five” para deixá-la ainda mais atualizada e segura de andar sempre na moda. Vamos conferir?

1. Siga as especialistas

Assim como você está constantemente trocando figurinhas com as amigas, pegando uma dica aqui e outra ali, uma infinidade de garotas descoladas e absolutamente por dentro do assunto vive compartilhando seu conhecimento de moda na web.

São blogueiras, youtubers, instagramers, colunistas em portais de moda, twitteiras, aquela sua colega atualizadíssima que compartilha os melhores conteúdos no Facebook, enfim, a internet abriu um leque incrível de opções para a gente aprender coisas novas, conversar com pessoas alto-astral sobre interesses em comum, mostrar as nossas produções, encontrar inspiração etc. Tudo ali, basta correr o dedão no browser do seu celular!

Pense só em como era complicado, coisa de uma década atrás, conseguir informação de qualidade sobre moda. Não havia muita solução fora das páginas da Vogue, Cláudia e outras publicações do gênero. Volta e meia, um quadro sobre o assunto em programas de tevê e olhe lá. O problema era que, até essas novidades chegarem até nós, a tendência podia muito bem já ter ido embora.

Hoje não, é tudo instantâneo. Dá, inclusive, para buscar as dicas de moda lá fora, em primeira mão, nos sites e canais da gringa. Não sabe falar inglês? Joga no tradutor e seja feliz!

Por tudo isso, a primeira dica é: crie uma lista de perfis bacanas para seguir. Para facilitar o seu garimpo, aqui você tem sugestões de perfis no Insta para “colar junto”, enquanto que aqui e aqui há uma turma de blogueiras e páginas de moda que valem a pena acompanhar. Sirva-se à vontade!

2. Saiba quais looks são a sua cara

Mesmo que seus olhos brilhem ao topar na vitrine com um look fantástico, na hora do vamos ver o resultado pode ser uma decepção. O mesmo ocorre com aquela produção que a modelo vestiu tão bem na fotografia. Em casa, diante do espelho, a coisa ficou aquém do esperado.

E não falamos na questão do biotipo, não é esse o detalhe: simplesmente a roupa ou os acessórios que você escolheu não parecem fazer o seu estilo. Não são, como se diz, a sua cara.

Ainda que, volta e meia, durante uma ocasião realmente especial, possamos fugir ao nosso padrão e montar um figurino diferente, na maioria das situações o mais correto é apelar à segurança de um visual que nos identifique. Isso traz conforto, o que é essencial para desfrutar bem do momento, não importa qual seja.

Sendo assim, já se perguntou qual é o seu estilo? Sabe, sem sombra de dúvidas, quais acessórios ornam a sua persona de uma maneira natural e quais figurinos comunicam com fidelidade o seu jeito de ser?

Essas informações refletem a sua concepção de moda e evitam equívocos, frustrações. Se ainda tem dúvidas em relação ao seu estilo, que tal descobrir agora mesmo? Aqui está o seu passaporte para o autoconhecimento. Embarque e boa viagem!

3. Explore as ofertas na internet

Não é só para se atualizar das tendências que a internet é uma mão na roda. Ela também serve para garimpar looks!

Praticamente toda loja de roupas e acessórios que se preza está na web. As marcas mais importantes, com certeza. E o e-commerce, hoje em dia, deixou de ser um território um tanto sombrio para se tornar o principal hábito de compras do brasileiro.

É tudo muito prático: você recebe a atualização de uma dica de moda da sua influenciadora favorita, descobre um look que é a sua cara e, num clique, é direcionada para a loja virtual que comercializa o produto. Escolhe as cores, confere as medidas e o preço. Aí é só definir a forma de pagamento mais cômoda e clicar em “fechar a compra”.

Pronto! Em poucos dias a encomenda está batendo à sua porta. Isso vale para vestuário, sapatos, bolsas, maquiagem, brincos e outros acessórios (que a Linda Bela, aliás, despacha para todo o Brasil com todo o carinho e segurança).

Claro que é recomendável estar atenta à experiência de outras usuárias para saber se o canal de vendas na internet é confiável. Estabeleça um contato, sinta como a empresa se relaciona com seus clientes, pesquise para saber se não há histórico de reclamações, leia os comentários. Assim, você estará mais segura de realizar uma boa negociação.

4. Avalie o custo-benefício

Seja comprando pela web, seja indo até um ponto de venda, é necessário avaliar o produto pelo crivo do custo-benefício. Isso acontece menos quando se pode tocar o produto do que adquiri-lo virtualmente, mas acontece.

Às vezes, encantadas pela perspectiva de comprar uma peça de determinada grife, esquecemos de relacionar o preço que está na etiqueta à qualidade do artigo. Uma cegueira compreensível, visto que a marca construiu uma reputação que geralmente se reflete no valor de sua coleção. Porém, deslizes no processo de produção podem ocorrer.

Esse mesmo encantamento também faz com que empenhemos uma grana além do que esperávamos num look que não terá um uso tão frequente quando um similar de outra fabricante entrega um custo-benefício mais vantajoso.

Portanto, não esqueça: o preço da etiqueta nem sempre garante satisfação. A depender do seu estilo e da maneira como você se relaciona com aquilo que veste, um modelito de brechó pode muito bem deixá-la mais feliz do que o vestido mais badalado. Pense nisso.

5. Prepare-se para brilhar

Agora que você já pegou algumas boas dicas de moda, esteja pronta para brilhar. Saiba aplicar os recursos certos para o momento. Se o programa é uma festa com os amigos, um brunch na casa de alguém especial ou uma happy hour no final do expediente, convém não exagerar na produção. Um look confortável, talvez mais básico, corresponde melhor à ocasião, correto?

O mesmo vale para aquele evento mais chique, para a reunião de trabalho ou o almoço do domingo. Ajuste a produção ao momento para não destoar, mas não deixe de criar um visual notável, ainda que sem parecer que você errou completamente de evento. Interprete os sinais do ambiente e prepare seu look com o cuidado que a ocasião pedir. Só não relaxe nem menospreze o momento. Garanta que esteja linda e preparada para o que der e vier. Com essas dicas de moda, certamente estará.

Falando nisso, e em todas as vezes em que o acessório certo salvou o dia, considere esta dica um bônus: não deixe de conferir as novidades da loja virtual da Linda Bela. Ali você encontra semijoias para usar em qualquer ocasião, sem se preocupar em bater perna por aí. É clicar, se amarrar e comprar. Tudo com garantia e o melhor custo-benefício do mercado! Pode confiar.

 


Comentários