5 dicas para combinar vários brincos na orelha

5 dicas para combinar vários brincos na orelha

Vamos combinar: nenhuma garota vive sem brincos na orelha. Ou você já viu alguém que mantivesse suas aurículas lisinhas, sem um furo sequer?

Claro que, procurando bem (as adventistas mais tradicionais, por exemplo, não usam joias), é possível achar alguma “diferentona”, mas o uso de brincos hoje em dia é algo quase compulsório. Isso tanto é verdade que a maioria dos bebês já sai da maternidade com furinhos no lóbulo.

O que mudou, de uns tempos para cá, foi a quantidade de furos que nos permitimos ter. Há quem faça dois de cada lado — o que pode ser considerado o novo “normal” — e há quem vá de três ou mais.

Trata-se de uma mudança inspirada na atual aceitação do piercing, que já foi considerado transgressor. A moda pegou carona e naturalizou a prática, direcionando a criatividade dos fashionistas no sentido de propor looks inspirados no uso de vários brincos de uma vez.

Podemos dizer que essa é a nova onda do momento. Se você é adepta, não poderia estar mais atualizada. Se quer aderir, vale a pena conhecer estas cinco dicas sobre como combinar vários brincos na orelha e arrasar.

Então, vamos ao que interessa?

1. Analise a quantidade de furos que possui

Podemos dizer que, em se tratando de usar vários brincos na orelha, a ousadia é proporcional ao número de furos que se dispõe. Da mesma forma, é de se imaginar que essa matemática reflita um pouco da personalidade da pessoa.

Senão vejamos: as garotas mais descoladas cultivam até uma dezena de furos, os quais elas preenchem com brincos dos mais diferentes feitios. Isso permite compor looks de vários tipos, uma vez que não é preciso ocupá-los o tempo todo.

Mas mesmo que se queira cobrir a orelha de brincos, o uso de peças menores, como pontos de luz e discretas argolas, deixa o visual alegre e sofisticado sem pesar no figurino (isso é chamado “ear bling” e está bastante em alta).

Por outro lado, ter vários furos abre caminho para composições mais impactantes, com a combinação de ear cuffs, piercings e peças com design arrojado.

Ou seja, quanto mais buracos, mais possibilidades.

Entretanto, se preferir manter a orelha menos parecida com uma peneira, talvez por uma questão de estilo, terá suas opções limitadas.

Mas é questão de gosto. Além disso, promover alterações na superfície da pele sempre pede uma reflexão ponderada (sem contar os cuidados que se deve ter com furos recentes).

2. Combine brincos de tamanhos diferentes

Carregar uma miscelânea de brincos na orelha é a parte mais divertida dessa moda. E fica mais interessante na medida em que se combina brincos de tamanhos e formatos diferentes.

Uma composição especialmente matadora é o duo ponto de luz mais argola grande ou média. Fica um arraso!

E não é só isso: posicionar algumas argolas na parte superior da orelha e acrescentar um brinco longo no lóbulo pode dar o “tchã” que faltava ao figurino de noite.

Outra combinação bacana, ideal para quem não tem medo de ousar, é a dupla ear cuff mais pontos de luz. Brincos com pedrarias de tamanhos diferentes também funcionam muito bem, pois dão um charme delicado ao look.

Além disso, você pode usar os diferentes tamanhos de uma forma mais harmônica, seguindo uma sequência do menor para o maior, como “bagunçar” tudo para causar tensão visual e dar mais destaque ao rosto. Tudo vai do momento e do seu estado de espírito!

3. Harmonize as cores e os materiais

Falando em bagunça, uma coisa é usar brincos aleatoriamente, sem hierarquia definida. Misturar peças de materiais ou cores diversas já é bem diferente.

Se você quer entrar nessa moda sem tropeços, saiba que a harmonia é um valor importante. Ou seja, deixe o caos apenas para os tamanhos e formatos. Cores e materiais devem guardar uma relação mais estreita entre si.

Portanto, não misture brincos de prata com ouro, não vai funcionar. Use todos do mesmo material: ouro com ouro, cristal com cristal, e por aí vai.

O mesmo vale para as cores. Pedras de cores quentes devem estar acompanhadas de outras da mesma tonalidade, entendido?

Agora que isso ficou claro, podemos passar ao famoso “porém”. E ele é: dependendo do figurino e da intenção, é possível, sim, quebrar a regra. Tipo, usar uma única pedra ou cristal para contrastar com as outras peças, todas douradas ou prateadas.

Ou ainda, usar uma combinação equilibrada de prata e dourado, inserindo um outro elemento na composição para dar uniformidade (o formato do brinco, por exemplo).

Perceba, porém, que mesmo essas exceções não fogem à cláusula da harmonia: o conjunto tem que fazer sentido e se ajustar ao restante do look. Sendo assim, use o artifício com bom senso e moderação.

4. Esqueça a simetria

A simetria é um aspecto importante para harmonizar e usar peças de cores ou materiais diferentes. Porém, esqueça-a ao posicionar os brincos em cada uma das orelhas.

Nesse caso, o melhor é apostar na assimetria. E o que isso significa? Significa que você pode usar três brincos de um lado e apenas dois do outro. Cinco de um e apenas um do outro.

Mais uma vez, o efeito que se está buscando é a tensão visual.

Portanto, sempre que quiser quebrar a monotonia do look, use seus brincos em arranjos ímpares. Fica mais interessante.

5. Considere os brincos de pressão

Você chegou até aqui louca de vontade de explorar essa tendência, mas nem um pouquinho a fim de espetar novamente a orelha? Bem, temos a solução: brincos de pressão ou piercings falsos.

Esses acessórios têm conquistado mercado e são uma alternativa prática para quem quer usar mais brincos de uma vez sem precisar fazer novos furos na orelha.

Existem modelos de semijoias nesse formato que são realmente muito convincentes. Os que ficam presos na parte mais medial da orelha, no chamado tubérculo de Darwin, são os mais populares.

Como deu para perceber, não há razão para você ficar de fora. Seja com um modelo “fake”, seja com um furo novo, a mania de usar vários brincos na orelha está a todo vapor e pode ser aproveitada de várias maneiras, acrescentando charme e ousadia ao look.

Agora que ficou por dentro do assunto, que tal conhecer os brincos da Linda Bela? Depois, é só escolher os que mais gosta e caprichar na produção!

 


Comentários