6 dicas do que não fazer na hora de comprar para revender

6 dicas do que não fazer na hora de comprar para revender

A revenda de produtos é uma ótima oportunidade de negócio e garante uma fonte de renda extra ou até mesmo o principal sustento de uma casa. Porém, para que o negócio esteja sempre prosperando, é preciso saber comprar para revender, evitando erros que podem pôr tudo a perder.

Se você já trabalha com isso ou está pensando em começar a empreender na área, vamos te ajudar. Confira 6 dicas do que não deve ser feito e tenha clientes sempre satisfeitas e as finanças equilibradas!

1. Não fazer um planejamento de fluxo de caixa

É preciso ter sempre uma reserva financeira para lidar com situações inusitadas. Se em um determinado mês as vendas não foram como planejadas, ainda assim será preciso pagar os fornecedores.

As contas devem estar organizadas, sendo preciso lidar com elas. A melhor maneira de fazer isso é trabalhando com um fluxo de caixa estruturado.

2. Não conhecer as preferências das clientes

Você deve conhecer o perfil de suas clientes e saber o que lhes agrada. Dessa forma, ao fazer as compras com o fornecedor, saberá o que comprar e o que terá grande procura pelas consumidoras.

Os produtos devem atender as necessidades da sua clientela, caso contrário, ficarão encalhados.

3. Não fazer uma divulgação adequada dos produtos

Se você deseja vender, é preciso que as pessoas saibam o que está vendendo e como entrar em contato. Invista na propaganda: vale utilizar diversos meios, como redes sociais, boca a boca, entre outros.

Sempre que chegar produtos novos e tiver promoções, informe às clientes. Isso faz com que eles fiquem interessadas em sua oferta.

4. Não considerar as datas comemorativas

Em alguns períodos do ano as vendas aumentam, afinal, todo mundo gosta de presentear as pessoas queridas. Seja no Dia das Mães, no Natal e outras datas específicas, reforce os estoques para atender aos pedidos.

Uma dica para impulsionar ainda mais as vendas é criar kits. Isso estimula a compra de mais de um produto e eleva o seu faturamento.

5. Não criar metas de compra e venda

Se você quer se tornar profissional no assunto, não pode, simplesmente, deixar as vendas rolarem. Elas devem ser planejadas, com metas bem estabelecidas. Com base nelas é que saberá o quanto precisa comprar para revender e qual será o seu esforço para vender.

Com metas claras de compra e venda as chances de faltar ou sobrar produtos no estoque diminuem bastante.

6. Não estabelecer uma margem de lucro adequada

Um grande erro é não calcular o preço final de venda de forma adequada. Isso pode resultar em um lucro mínimo ou zero.

Você deve fazer as contas para estabelecer uma margem de lucro satisfatória e, somente assim, poderá conquistar a tão sonhada independência financeira.

Prestando atenção em todos esses detalhes e escolhendo um bom produto para trabalhar, o sucesso da revendedora será garantido!

Agora que você já viu tudo o que não ser feito na hora de comprar para revender, conheça 4 bons motivos para apostar na venda porta a porta.

 


Comentários