6 mitos e verdades sobre a revenda de produtos

6 mitos e verdades sobre a revenda de produtos

A revenda de produtos sempre foi uma atividade muito popular no mundo inteiro. Marcas de vários portes e segmentos disponibilizam seus produtos para que as revendedoras lucrem com suas respectivas vendas.

Apesar de ser uma atividade antiga, muitas dúvidas permeiam o assunto até hoje. Conheça, agora, alguns dos principais mitos e verdades sobre a revenda de produtos.

1. [Mito] A revenda de produtos não é um negócio lucrativo

Um dos maiores mitos sobre a revenda de produtos é pensar que os lucros não compensam. A rentabilidade da venda direta é comprovadamente satisfatória.

O Brasil possui mais de 4 milhões de revendedoras autônomas. Sendo assim, é notório afirmar que os lucros compensam o trabalho, o tempo e o dinheiro investido. Caso contrário não haveria tanta gente apostando nesse mercado, não é mesmo?

2. [Verdade] É necessário baixo investimento financeiro

Esta é uma das maiores vantagens da revenda de produtos. Isso porque, o aporte financeiro inicial é consideravelmente acessível. O investimento limita-se, basicamente, ao estoque de produtos e algumas outras despesas (como o deslocamento, por exemplo) a fim de atender a demanda das clientes.

Vale lembrar que em alguns casos, como na revenda por catálogo ou no sistema de consignação, nem mesmo o investimento do estoque inicial é necessário.

3. [Mito] Os resultados aparecem imediatamente

Esse mito não se aplica apenas à revenda de produtos, mas a todo e qualquer empreendimento. Afinal, nenhum negócio vai dar dinheiro da noite para o dia.

Não existem atalhos. Para alcançar o sucesso como revendedora de produtos é necessário empenho e disciplina. Assim, com o tempo, os resultados positivos aparecerão.

4. [Verdade] É preciso escolher o produto corretamente

Antes de começar a trabalhar com revenda de produtos é fundamental considerar uma série de pontos importantes, como: quem é o público-alvo do produto em questão? A demanda por esse produto é financeiramente compensatória? Você tem afinidade com o tipo de produto que pretende revender?

Revender produtos é sim uma ótima ideia, mas é preciso escolher cuidadosamente o que você venderá mediante as circunstâncias que existam a sua volta.

A revenda de semijoias, por exemplo, oferece uma margem de lucro bem interessante e costuma ser uma excelente opção para as revendedoras.

5. [Mito] A revenda de produtos pela internet não funciona

Afirmar que não é possível ganhar dinheiro com a venda produtos pela internet em tempos de mídias sociais, ascensão de comércios eletrônicos dos mais variados segmentos e popularização da tecnologia mobile é, definitivamente, um grande equívoco!

É possível revender produtos simultaneamente pela internet e em pontos físicos sem que um negócio interfira no outro. Você pode vender pelas redes sociais como o Instagram e o Facebook ou investir em um belo site de e-commerce.

Utilizando as estratégias certas, o poder de alcance de um comércio eletrônico é muito maior que o de uma loja física e os resultados podem ser altamente lucrativos.

6. [Verdade] É possível desistir a qualquer momento, sem prejuízos

O grande trunfo da revenda de produtos é que se a revendedora resolver parar de trabalhar com essa atividade por algum motivo, ela não sofre grandes prejuízos financeiros.

O único valor “perdido” é o investimento realizado para obter o seu estoque, sendo que, ainda assim, as peças podem ser revendidas aos poucos e todo seu investimento recuperado.

E você, ficou interessada em trabalhar com a revenda de produtos? Então saiba como começar sua carreira de revendedora agora mesmo!

 


Comentários