6 regras para não errar no look de trabalho

6 regras para não errar no look de trabalho

Dar mancada na hora de elaborar um figurino de ocasião (desde que não seja uma ocasião especial), tudo bem. Como se diz por aí, “quem nunca”, não é mesmo? Errar no look de trabalho, por outro lado, pode ser um pouco mais complicado.

A maneira como nos apresentamos em horário de expediente, de certo modo, reflete na percepção que as pessoas têm em relação a uma empresa ou instituição. Quando equivocada, transmite uma mensagem que nem sempre condiz com a imagem institucional que a organização procura cultivar.

Um deslize ocasional pode ser facilmente remediado, mas insistir em desobedecer o “dress code” do ambiente de trabalho tem tudo para se tornar um problema, com potencial para atrapalhar o futuro da colaboradora.

Em um ambiente tão competitivo, qualquer detalhe é determinante para a obtenção (ou não) da desejada promoção.

Exagero? O melhor, em todo caso, é não se arriscar. Por isso, aqui vão seis dicas para seguir e não errar no look de trabalho. Confira!

1. Observe o nível de formalidade do ambiente

De uns tempos para cá, muitas organizações — especialmente as que têm na criatividade dos colaboradores o principal ativo — promoveram um “libera geral”: as pessoas podem se vestir do jeito que quiserem, adotar uma rotina de trabalho mais flexível e até dar uma relaxada a qualquer momento durante o expediente.

Outras, no entanto, continuam tradicionais, impondo um controle rígido sobre a vestimenta de seus funcionários. Pense, por exemplo, no look impecável das aeromoças.

Não é questão de dizer que uma está certa e a outra, não. Empresas têm diferentes objetivos e meios de alcançar os resultados pretendidos.

Ainda que deva ser um sonho de consumo bater cartão (na verdade, nem isso deve ter) nas primeiras, a oportunidade muitas vezes se apresenta em um ambiente menos liberal. Deixar passar? Jamais!

Então, o mais prudente é observar o grau de formalidade do local de trabalho. Exige uma montagem absolutamente sóbria, formal, ou dá margem para um look casual?

Se você estiver chegando agora e não quiser dar bola fora logo de saída, o correto é consultar o chefe de seção ou os colegas de trabalho sobre o “dress code” (código de vestuário) da empresa.

2. Monte uma produção confortável

Você já deve ter visto algum filme no qual a executiva poderosa (estamos aqui pensando na Sandra Bullock!) chega em seu escritório e vai logo se livrando dos sapatos de salto, certo?

Além de icônica, é uma cena com a qual muitas de nós facilmente se identificam. Afinal, enfrentar uma jornada de trabalho exaustiva, com decisões importantes a tomar e tarefas urgentes a cumprir, tendo de sofrer com um figurino engessado, é quase um castigo.

Do ponto de vista da produtividade, um tiro no pé.

Por isso, mesmo que o seu look de trabalho seja do tipo formal, procure deixá-lo o mais confortável e funcional possível. Nada de acessórios pesados nem de roupas sufocantes, pouco práticas. Peças leves, maleáveis e sóbrias são as escolhas mais indicadas.

3. Capriche na escolha do sapato e da bolsa

Sandra Bullock, com a classe de sempre, já nos ilustrou a questão dos sapatos. Porém, antes que você saia pelo escritório de pés descalços ou de rasteirinha, saiba que não podemos abrir mão de um certo grau de sofisticação.

Equilibrar bom gosto com funcionalidade realmente não é fácil. É quase como desfilar de salto agulha na praia.

Mas pense da seguinte forma: escolha um calçado que siga o critério do conforto em primeiro lugar; depois, veja o quanto ele se encaixa no figurino de forma não apenas harmônica, mas com potencial para dar um toque de estilo ao look.

Pode parecer complicado. Então, dobre a aposta e inclua a bolsa na equação.

Vamos combinar: essas duas peças são os itens mais personalizáveis do vestuário executivo. Por isso, a escolha deve ser cuidadosa, de maneira a não comprometer o conjunto — sem, contudo, abdicar do poder que a dupla tem de dar um “up” no visual.

4. Não esqueça das semijoias

Nenhum ambiente de trabalho é tão árido que proíba o uso de semijoias. Fosse esse o caso, melhor seria mandar o cargo às favas!

Exageros à parte, o caso é que ninguém vai deixar de se apresentar no posto sem um ou outro par de adereços: um belo colar ou gargantilha, brincos, anéis e pulseiras.

Entretanto, deve-se cuidar para não exagerar. Embora você ame de paixão os colares vistosos, adore encher os dedos de anéis ou não resista aos maxi brincos, esse tipo de acessório ou montagem não condiz com a etiqueta corporativa padrão (se você trabalha entre criativos, sorte a sua!).

Portanto, privilegie peças discretas e em número reduzido. Pequenas argolas, pontos de luz, uma singela gravatinha, um solitário, e por aí vai.

5. Considere o clima e a estação

Montar um figurino profissional estiloso durante o inverno não parece muito problemático. Conseguir o mesmo feito em pleno verão, com temperaturas lá no alto, já exige algum malabarismo.

Via de regra, escritórios e repartições oferecem ambientes climatizados. Mesmo assim, há a questão do deslocamento e dos compromissos fora da empresa. Em situações como essas, optar por um look de trabalho incompatível com o clima pode ser bastante desagradável.

Sendo assim, invista em roupas claras e feitas com tecidos leves para enfrentar o expediente nos dias mais quentes do verão. Reserve os looks escuros e os casaquinhos ou blazers para os períodos mais frescos ou frios do ano.

6. Só não sacrifique seu estilo!

Por fim, nunca fuja do seu estilo pessoal. Cada um tem o seu e ele deve ser respeitado, mesmo que esteja em jogo se adequar ao dress code de uma importante corporação.

Há coisas que combinam com você e outras que simplesmente nada têm a ver. Por isso, embora limitada pelas regras do escritório, imponha ao look de trabalho um toque de familiaridade capaz de comunicar o seu estilo.

Esse cuidado vai deixá-la confortável e confiante para desempenhar seu cargo com profissionalismo e satisfação.

Depois dessas dicas só podemos desejar sucesso na jornada! Na verdade, podemos fazer algo mais: ajudá-la a descobrir quais modelos de brincos combinam com você. Confira!

 


Comentários