Boho Chic: saiba mais sobre o estilo

Boho Chic: saiba mais sobre o estilo

Talvez você não tivesse, até aqui, ouvido falar em boho, mas é provável, quase certo, que tenha topado com ele em algum momento recente, na rua ou em um clube. Inclusive, é possível até que o tenha em seu guarda-roupa, na forma de alguma peça com certa pegada retrô. Ou algum acessório vintage, por que não?

O fato é que o boho está livre, leve e solto por aí. Especialmente porque essas três condições descrevem bem o jeito de vestir que é característico desse estilo: leveza e liberdade de movimentos. E também pode ser colorido, despojado, feminino e urbano. Uma tendência sempre presente e praticamente uma bandeira de muita garota descolada e segura de si.

Mas supondo que você estivesse mesmo boiando a respeito desse viés da moda ou, por outra, interessada em saber mais a respeito do boho, que tal viajar conosco nesse passeio pelo estilo? Combinado? Então, coloque um rock progressivo aí na vitrola (vá lá, no seu player de música…) e vamos juntas cair nessa estrada!

O que é boho, afinal?

Moda é uma coisa cíclica, a sua fashionista preferida já deve ter te contado. Volta e meia, a gente se pega admirando uma peça que bem poderia ter sido vestida pela nossa avó. Claro que nada retorna com cheiro de naftalina, mas repaginado para agradar às novas e conectadas gerações.

Assim é com o boho, que se você chamar de “hippie chique”, embora não seja exatamente a mesma coisa, começa a fazer sentido. Trata-se de um revival, tanto que o termo é uma redução do adjetivo boêmio (no original, bohemian), que designa duas coisas: a turma da boemia (artistas, intelectuais e descolados de todo gênero que não dispensavam uma boa noitada) europeia dos anos 1920 e também os ciganos da Boêmia, atual República Tcheca.

Portanto, o estilo é fortemente marcado pelo peculiar vestuário dos nômades centro-europeus e pela liberalidade da gente cabeça dos pubs londrinos e cafés parisienses. Tudo isso acabou inspirando a geração Power Flower norte-americana dos anos 1970, que introduziu na mistura elementos orientais e traços da cultura nativa, além de outras referências. Daí surgiu a estética hippie.

Bom, encurtando o caminho, podemos dizer que entra estação, sai estação, a moda “riponga” ressurge com novos adereços. O boho é um desses derivados, anabolizado com pitadas de rock’n’roll e elementos vintage. Assim como nos bons tempos de Woodstock, é nos festivais de música do verão californiano que o estilo foi cunhado e transmitido para todo canto via adesão de celebridades do mundo fashion.

Como se faz um guarda-roupa boho?

Quando falamos em um estilo que se nutre fortemente de elementos do passado, pensamos que a cultura de brechó é um excelente referencial para se montar um autêntico guarda-roupa boho.

Afinal, se podemos atribuir algum sentido filosófico ao jeito como nos vestimos, uma forma de comunicar ao mundo nossa personalidade e nossos conceitos, faz sentido adquirir cada peça como num garimpo, realizando descobertas que dão maior valor ao look. Nada mais boho do que isso.

Porém, nem todas queremos radicalizar nessa relação com o vestuário. A gente entende. Nenhum problema quanto a isso: existe muita vitrine exibindo roupas boêmias por aí. Sites, então, nem se fala.

Então, o que faltou dizer é que tipo de “panos” estamos procurando.

Bem, se você é neófita no estilo, saiba que nenhuma estampa será castigada. Vestidos floridos e esvoaçantes, coloridos ou delicadas obras de crochê também estão liberados. Assim como saias de feitio cigano, jaquetas de franjas para se usar com essas mesmas saias, botas de cano curto (ankle boots) ou sandálias de tiras, rasteiras, tudo o que cheira a hippie ou tem DNA artesanal pode ser combinado em uma montagem boho eficiente.

Chapéus, cabelos soltos, echarpes, quimonos, coletes, calças flare, estampas florais, com motivos étnicos, roupas folgadas, com tecidos leves, tudo pode ser aproveitado, seja de forma integral, seja somente como um detalhe no look.

Quais acessórios usar?

Não existe regra, mas, considerando as características do boho, acessórios chamativos combinam bem com o figurino. Compridos cordões com pedrarias, especialmente turquesas e pedras negras, acentuam a delicadeza dos bordados e tecidos crus e emprestam grafismo às composições mais sóbrias.

Colares grandes, feitos de elementos naturais, também ajudam a sinalizar o estilo. Aliás, pode-se combinar peças — uma gargantilha choker com um colar longo, por exemplo — e exibir medalhões e amuletos da sorte à vontade. Especialmente os de procedência oriental, como é o caso da Mão de Fátima (ou Hamsá) e do olho grego.

Outro elemento muito apreciado pelas fashionistas adeptas do boho é a prata. Ela pode ser vista nos já comentados colares, em peças ricas em detalhes ou numa combinação de muitos cordões, e também em pulseiras e anéis. Novamente, pode-se criar looks envolvendo pulseirismo ou uma profusão de anéis de todo gênero. Fica bem característico do estilo.

A prata envelhecida pode se associar a outros elementos, como pedrarias, ou manter o protagonismo. Elementos de ródio negro ajudam a pontuar uma semijoia aqui e outra ali.

Por fim, temos os brincos. Nessa altura, você já adivinhou que brincões estão óquei, assim como peças com longos pendentes, aqueles de prata envelhecida no estilo Bali, do tipo indiano, com pedrarias coloridas, de franjas, com pingentes de minerais, feitos de conchas, penas…. Enfim, quando mais bicho-grilo, melhor.

Não tem muita contraindicação ao uso de acessórios, ainda que extravagantes, para compor um look boho. Ao contrário, essa extravagância é até estimulada. Especialmente se a ocasião a que se destina for despida de cerimônia. Ou seja, quanto mais informal, melhor. Um programa alternativo, como um festival de rock, por exemplo, quase exige o figurino.

Mesmo assim, é importante buscar o equilíbrio e primar sempre pelo conforto. Quanto mais despojado, alegre e natural parecer o look, mais à vontade você se sentirá dentro dele e mais o boho fará parte do seu dia a dia. Aproveite!

Falando em aproveitar, aí vem a dica para fechar com chave de ouro: já deu a sua passadinha de regra na loja virtual da Linda Bela? Pois não perca mais tempo! Semijoias ideais para compor o seu hippie chique e outros mais que desejar, é só escolher que despachamos para todo o Brasil.

 


Comentários