Como comprar acessórios femininos no atacado para revenda?

Como comprar acessórios femininos no atacado para revenda?

São vários os motivos que levam alguém a iniciar uma revenda: alcançar a desejada independência financeira, ocupar as horas livres, trabalhar com o que gosta, etc. Enfim, existem muitas histórias por trás dessa complexa decisão.

O “complexa” ali na frase se explica pelo seguinte: ao desejo de se tornar revendedora seguem algumas questões importantes — sendo que a principal delas, sem dúvida, é a definição sobre quais produtos vender.

De modo geral, podemos afirmar que o universo feminino domina o mercado de revenda. De utensílios domésticos a produtos de beleza, quase tudo o que é oferecido de porta em porta tem como público-alvo as mulheres.

E dentro desse universo nós temos o atrativo segmento de moda e acessórios. Mas como decidir o produto certo para que o seu empreendimento se converta em um negócio de sucesso? Que critérios determinam essa decisão?

Se você está a um passo de se lançar nessa aventura, veja o que levar em conta na hora de comprar acessórios femininos no atacado. Vamos lá?

Saiba quais acessórios estão em alta

Antigamente, costumávamos explicar o fracasso de determinados produtos com a seguinte expressão: “Vender geladeira para pinguim”.

De fato, a primeira condicionante para qualquer revenda de sucesso (qualquer atividade comercial, na verdade) é satisfazer uma necessidade do público. Vender aquilo que as pessoas querem comprar.

Obter essa informação implica realizar uma pesquisa de mercado. Essa ferramenta é fundamental para qualquer um que deseje abrir um negócio — seja revenda ou comércio tradicional.

Não são poucos os postulantes a empresário (e não se engane: vender de porta em porta faz de você uma empresária) que veem o negócio naufragar antes do primeiro ano por não adequar a oferta ao público-alvo ou desconsiderar a concorrência.

Sendo assim, antes de ir às compras e adquirir acessórios femininos no atacado para revender, tenha certeza do que suas potenciais clientes estão procurando.

Pesquise sobre os artigos em alta e as tendências da moda. Converse com suas colegas do trabalho, com as melhores amigas e as mães do colégio do seu filho sobre os produtos que elas estão consumindo.

Fique atenta ao que está bombando, mas também aos acessórios que não saem de moda. Leia os blogs sobre estilo, perceba se alguma personagem de novela está dando visibilidade a determinado produto ou se ele está invadindo as ruas.

Tudo isso ajudará você a eleger acessórios campeões de vendas.

Considere a sua afinidade com o produto

Entre os motivos expostos no primeiro parágrafo para alguém enveredar pela revenda nós incluímos a afinidade, ou seja, o bom e velho “trabalhar com o que gosta”.

Essa mesma lógica deve ser aplicada à aquisição de acessórios femininos no atacado para revender: quanto maior a sua afinidade com o produto, melhores as chances de sucesso no ramo.

Suponha que você tem uma queda por semijoias ou bijuterias, não perde oportunidade de adquirir novos modelos e está sempre por dentro das novidades. Gosta de criar combinações e sempre é consultada pelas amigas sobre produções para ocasiões especiais.

Por que, então, não começar uma revenda de semijoias ou bijuterias? Percebe como o interesse pessoal pode ser um excelente ponto de partida para o seu negócio?

O mesmo ocorre caso seu xodó sejam as bolsas, lenços, cintos, óculos de sol ou qualquer outro artigo de beleza feminino.

Avalie o seu potencial de investimento

Como estamos falando em comprar acessórios femininos no atacado, não podemos escapar de um limitador fundamental: o seu bolso. Lembra que falamos como a revenda a coloca na condição de empresária? Isso significa que você precisa considerar seu potencial de investimento antes de sonhar com os lucros.

Vamos considerar, de antemão, que seu orçamento não esteja assim tão folgado (afinal, entre outros motivos, você apostou na revenda porque precisa de um extra, e não porque pretende aplicar um excedente). Nesse caso, a melhor estratégia é partir para a segmentação. Começar com apenas um tipo de produto.

Se tentar abraçar mais de um nicho de mercado (por exemplo, semijoias + óculos de sol ou bolsas + cintos), a sua restrição orçamentária fará com que não consiga compor um bom mostruário de uma coisa nem de outra. Aí, fica difícil atender bem as clientes.

Melhor do que generalizar é trabalhar com foco para se tornar referência em um segmento específico. Do contrário, você corre o risco de querer atender a todos, sem conseguir atender ninguém.

Escolha bem o seu fornecedor

Antes de escolher um fornecedor para chamar de seu, veja se o dito-cujo passa no crivo da confiabilidade. Como é que está a reputação do fabricante em sites do tipo Reclame Aqui? Como é a política de garantia ou de devolução de mercadorias?

Depois, confira se o portfólio de produtos atende às suas necessidades. Aparentam qualidade, são feitos com materiais adequados e têm bom acabamento? E como é a forma de entrega? Enviam no prazo determinado?

Por sorte, a internet está aí para ajudar nessa escolha. Os principais fornecedores possuem lojas virtuais e negociam pela web, o que é uma verdadeira mão na roda. Também é possível conhecer a experiência de outras revendedoras e atestar a veracidade dos dados fornecidos nos referidos sites.

E não há nada de errado em negociar com mais de um fabricante. É uma maneira de definir um parceiro que melhor se ajuste ao nosso perfil.

Contudo, tão logo você inicie um “relacionamento sério” com algum deles, considere fidelizar. Isso talvez permita negociar melhores prazos, obter atendimento diferenciado em alguma demanda e todas as outras coisas que uma relação de confiança possibilita.

Depois que tiver definido o nicho de mercado e o fornecedor ideal, é fazer a sua primeira compra de acessórios femininos no atacado e cair na rua com entusiasmo e muita disposição de fazer a sua revenda dar certo.

Dá trabalho, exige dedicação, mas vale a pena. Pode confiar.

E, claro, a gente não poderia encerrar este post sem convidá-la a se tornar uma revendedora de semijoias da Linda Bela. Neste link você tem todas as informações para saber como entrar no time e começar a lucrar o quanto antes.

 


Comentários