Como guardar colares? Comece a organizar suas peças

Como guardar colares? Comece a organizar suas peças

A confusão está formada: como você não é do tipo organizada, lá estão seus colares, no fundo da gaveta, em um emaranhado infernal. Parece até um ninho de serpentes. E justo agora, que o tempo está curto e você cismou de usar um modelo em particular! Que fazer?

Acho que é hora de adquirir um porta colar, amiga!

Por sorte, há um monte de ideias bem legais para deixar suas semijoias organizadas — e ainda dar uma incrementada na decoração. São opções que aliam praticidade com estilo e não pesam tanto assim no bolso.

Se você não sabe como guardar colares devidamente, confira só as soluções que reunimos neste post e me diga se não tenho razão:

1. Porta colar de parede

Inspirado no clássico porta-chaves, esse é o tipo mais comum de porta colar. Serve também para organizar outros acessórios, como lenços e pulseiras. E é muito fácil de achar: além de sites como Elo7, qualquer loja de departamentos, utensílios domésticos ou de artesanato oferece modelos a escolher.

Os materiais com que são elaborados variam, mas uma opção interessante são os modelos feitos em madeira ou MDF e pintados com pátina para dar um feitio mais retrô.

Alguns apliques podem ser acrescentados para dar um pouco mais de charme. Inclusive, é possível adquirir um exemplar ainda por pintar e você mesmo personalizá-lo ao seu gosto.

E onde colocar? Pode ser na parede do seu quarto ou do closet. Fica prático e bastante simpático.

2. Porta colar do tipo “árvore”

Esse é outro modelo bastante popular de porta colar. Normalmente confeccionado em acrílico e com dimensões em torno de 25x30cm, cumpre dupla jornada: além de deixar seus acessórios em ordem, serve como peça de decoração.

Em razão disso, o ideal é mantê-lo sobre uma cômoda ou escrivaninha, de modo a facilitar a visualização e o uso das peças, dispostas nos diferentes “galhos” do objeto e livres de emaranhados.

Em sites como o Mercado Livre encontram-se modelos a preço médio de R$ 30, mas dá para encontrar por menos.

3. Caixa de madeira com fundo de veludo

Uma opção mais sofisticada (e um pouco mais salgada) de organizar suas semijoias também está disponível na internet. Trata-se de uma caixa de madeira forrada em veludo e com divisórias.

Há modelos com tampo de vidro ou de madeira. Alguns possuem fundo falso, o que permite acondicionar um volume maior de peças, entre pulseiras, colares e brincos — além de relógios.

A caixa lembra uma maleta, com dobradiças e fechos dourados, e pode ser guardada em algum compartimento ou no fundo do guarda-roupa.

Embora não fique tão à mão como uma árvore, esse formato tem a vantagem de deixar os acessórios mais protegidos e livres de poeira. Já o preço, varia entre R$ 70 e R$ 130.

4. Porta colar tipo “livro”

Falando ainda em sofisticação, existem alguns tipos de organizadores para colares em formato de livro.

No Elo7 aparecem modelos em MDF e com forração em veludo que têm um belo efeito decorativo (podem ficar apoiados sobre uma cômoda ou fixados na parede). São, no entanto, relativamente caros (R$ 195).

Alguns sites estrangeiros, por outro lado, oferecem um tipo de porta colar em forma de livro mais portátil, ideal para levar consigo aonde for.

É feito em couro sintético e possui 4 páginas para acondicionar até 5 colares em cada. Também não é uma opção muito em conta, infelizmente (fica em torno de R$ 150). Sem falar do tempo de espera.

5. Cabide de camisas

Se você é adepta da política do do it yourself (ou “faça você mesma”) e tem em casa um cabide de camisas sobrando, pode dar vazão à criatividade e criar um porta colar prático e muito útil.

Outros itens, porém, serão necessários para deixar a brincadeira mais interessante: linha de crochê de uma cor da qual você goste (ou mais de uma cor, se preferir), linha de costura e agulha, cola para artesanato e uma dúzia de ganchinhos plásticos para cortinas.

Aí é só passar cola no cabide e depois enrolar a linha com cuidado em volta de toda a peça. Feito isso, costure os ganchinhos, mantendo a mesma distância entre um e outro.

Se quiser, pode substituir os ganchinhos plásticos por aqueles de metal, com ponta rosqueada, vendidos em lojas de ferragens. Aí, é só fixá-los manualmente no cabide, girando-os.

E voilá!, um simpático porta colar artesanal acaba de sair do forno!

6. Puxadores fixados na porta do armário

Para fechar esta série de sugestões, aqui vai outra solução bem criativa: fixar puxadores de gaveta na parte de dentro da porta do seu armário.

É muito fácil encontrar puxadores de gaveta: qualquer loja de utilidades domésticas costuma vender (caso queira algo um pouco mais estiloso, a opção é adquirir puxadores de porcelana em antiquários ou, ainda, encomendar alguns mais sob medida em fábricas de móveis).

Completa a operação alguns parafusos e uma chave compatível com eles. Não é preciso ser expert em movelaria nem empreender muito esforço para dar conta do recado.

Apenas use uma fita métrica ou régua para deixar todos os puxadores na mesma altura e distância entre si, marque o local onde furar e mãos à obra (uma parafusadeira elétrica facilita tremendamente o trabalho).

Portanto, aí estão algumas dicas de como guardar colares. Se vai adquiri-los em sites na internet, em lojas de artesanato ou utilidades, ou se vai atacar de “deixa que eu mesmo faço”, é com você. O importante é não precisar mais ter que desembaraçar seus colares toda vez que quiser usar um.

Aproveitando que você está com a mão na massa, que tal uma boa limpeza em seus acessórios? Não sabe como? Não se preocupe: é só ler este post que está tudo muito bem explicadinho. Bom trabalho!

 


Comentários