Como montar looks estilosos, lindos e perfeitos?

Como montar looks estilosos, lindos e perfeitos?

Manter-se linda e na moda o tempo todo, nós sabemos, não é moleza. A vida da gente anda tão louca que, quando mal percebemos, já saímos porta afora usando a primeira coisa que encontramos pela frente.

As amigas certamente estranham, mas relevam: afinal, quem nunca foi surpreendida vestindo uma blusa do avesso, não é mesmo?

O problema é quando o que deveria ser exceção vira regra. E não falamos do descuido citado acima (dizem que é sinal de surpresa), mas de se habituar a vestir qualquer coisa, sem muita contemplação, assumindo um estilo que poderíamos classificar como “despretensioso até demais”.

Nessas horas, renovar as ideias sobre como montar looks interessantes — ainda que sem ostentações — se converte em tábua de salvação.

“E como fazemos isso? De onde sairá esse conhecimento milagroso, meu Deus?”. Calma, amiga, que já vamos dar uns toques espertos sobre como montar looks estilosos, lindos e perfeitinhos. Acompanhe só:

Antes de tudo, siga o seu estilo

Essa é uma recomendação do tipo “aviso às navegantes”. Claro que, nestes tempos de debates intensos na web, algum espírito mais irônico poderá dizer: “Mas você acabou de criticar o fato de eu vestir qualquer coisa (estilo meu) como sendo ‘despretensioso demais’ (eufemismo para ‘relaxado’)!”.

É importante não confundir as coisas. Realmente, em certos momentos a gente não quer perder tempo ou está mais para um All Star, jeans e camiseta (e fica ótimo, vamos concordar), mas o que ressaltamos no início é o fato de criarmos um padrão inconsciente, uma rotina, que culminará no dia em que, ao olhar no espelho, você não mais se reconhecerá. Ou terá de volta um reflexo bem pálido, distante de quem você realmente é.

Portanto, o figurino pode ser despojado, mas não necessariamente sem graça.

De qualquer maneira, é o estilo quem determina o look — isso é necessário frisar. Para qualquer montagem que quiser experimentar, analise se a escolha de roupas e acessórios dialoga com o seu jeito de ser.

Isso significa que não se pode tentar coisas novas? Pode, claro. Na verdade, às vezes isso ocorre por uma questão de maturidade: o tempo passa, nossa cabeça muda e isso reflete, inevitavelmente, em nosso guarda-roupa.

Porém, não faz sentido a garota notabilizada por um visual mais conservador adotar, de uma hora para outra, uma maneira de vestir completamente exuberante. Em geral, não funciona.

Respeitar o seu estilo, por outro lado, vai permitir que explore looks lindos, estilosos e perfeitos de uma maneira mais orgânica, sentindo-se à vontade para exibi-los em qualquer situação.

No geral, o básico funciona muito bem

Usamos há pouco a imagem do trio tênis, jeans e camiseta, que forma o look básico por definição. Pois deixe-nos reforçar a ideia que lançamos ali: em geral, essa montagem básica (e tantas outras que derivam dela) funciona muito bem. O que pode dar uma cara mais “uau” para esse figurino velho de guerra são os acessórios que o acompanham.

Por exemplo, o clássico jeans e t-shirt ganha um maior apelo visual se pusermos, no lugar do famoso All Star, uma sandália de salto fino, bloco ou anabela. Acrescente um maxi colar e uma bolsa de ombro de cor vibrante e já temos uma variação eficiente do tema. Coloque um blazer acinturado se a temperatura cair e voilà!

Outro basicão é o duo legging e camiseta. Se quiser turbiná-lo, troque a popular sapatilha por uma sandália de tira no tornozelo (ou ankle boots, se estiver frio) e ponha um brinco de franja para realçar. Escolha uma bonita bolsa de mão ou tiracolo e divirta-se.

Há vários outros exemplos, mas a ideia segue a mesma: pequenas variações nos acessórios conferem um brilho extra às produções mais básicas.

Considere a estação do ano

Como você percebeu no tópico anterior, a estação do ano condiciona os detalhes do look. Afinal, não faz muito sentido sair com os dedos do pé à mostra se o ar estiver gelado, muito menos jogar um casaco nas costas se a temperatura bater os 30 graus.

É uma obviedade? É, mas há quem ignore essa norma numa boa (como as meninas que saem de vestido cavado e curtíssimo em noites frias de lascar). Mas, como passar perrengue é uma maneira certa de estragar um compromisso bacana, evite agir como se controlasse a temperatura do corpo com a mente.

Está frio? Calce uma bota. Só não exagere na altura do cano: segundo algumas fashionistas, a tendência do momento são os modelos de cano curtíssimo, que mal passam do tornozelo. Exemplares em estilo country e com estampas “animal print” devem ser a febre da estação — o que é uma vantagem, pois podem ser usados em dias de clima mais ameno. E os coturnos também deverão ganhar destaque.

Para completar, tire do guarda-roupa os suéteres e cachecóis.

Está calor? Os shorts continuam fazendo a cabeça de quem prefere ficar muito à vontade. Seja em combinações de modelos pretos e camisetas (ou camisas) brancas, jeans e desfiado junto com camisa para um visual hippie chique ou mesmo uma parceria com blazer para causar na balada, essa peça continua dando as cartas.

Considere ainda montar looks com camisas regata para criar um estilo roqueiro ou descontraído e vestidos de renda para dar aquele ar romântico ao visual.

Eventos mais glamorosos

Tem situações em que não é possível fugir ao dress code do momento. Como quando somos convidadas a participar de um evento mais chique. O básico forçosamente sai de cena para dar lugar a uma produção mais requintada.

Nessas horas, tudo o que podemos desejar é um vestido de festa arrasador. Aquele longo para deixar as colegas de queixo caído. Cores vibrantes, cortes ousados e decotes de ombro a ombro são algumas características dos modelos mais requisitados.

Para complementar o look, aposte em semijoias finas, especialmente as peças compostas por pedrarias. Os maxi brincos, com seu destaque visual, são uma opção acertada, especialmente para usar com vestidos do tipo tomara que caia.

Cuidado com os exageros

Aristóteles já dizia que “a virtude está no meio”. Com isso, o filósofo grego queria nos alertar para os excessos. E, em que pese a aparente futilidade do uso, devemos dizer que se trata de um conselho muito útil para se aplicar ao mundo da moda.

Trocando em miúdos: evite exageros. A arte de montar looks perfeitos parte de uma noção de equilíbrio, na qual uma peça complementa a outra ou dialoga com o conjunto. Os elementos cumprem função tática, como diriam os técnicos de futebol. Se puser duas coisas a fazer o mesmo trabalho, é provável que o conjunto destoe.

Sendo assim, tenha cuidado com as estampas. Modelos com muita informação pedem comedimento nos acessórios, principalmente aqueles muito vistosos, como os maxi brincos e colares.

O mesmo cuidado deve ser feito com os mixes: caso decida lançar mão do pulseirismo, por exemplo, contrabalanceie usando brincos e colares mais discretos.

Ou seja, a arte de montar looks estilosos exige uma dose de bom senso. Como informação adicional, podemos sugerir que você acompanhe os blogs de moda e fique atenta ao que as ruas estão indicando.

Não esqueça, porém, da primeira recomendação deste post: respeite o seu estilo. Procure valorizá-lo, claro, mas não sacrifique a sua personalidade em razão de uma produção qualquer, ainda que na moda.

E aqui vai a dica final: leia este post e conheça os looks femininos mais notáveis do momento. Vale para fechar com chave de ouro esse tema fascinante.

 


Comentários