Como rezar o Terço? Aprenda o passo a passo

Como rezar o Terço? Aprenda o passo a passo

Não é apenas uma questão de fé. Sentimos um leve aroma de infância quando vemos alguém recitando o Terço. A lembrança imediata é de uma querida avó, as mãos ágeis sobre as contas, murmurando suas orações.

Rezar o Terço traz conforto e um sentido de comunhão com o divino. Está para os cristãos como a meditação está para os monges. Entretanto, sua prática tem se tornado exclusiva dos mais devotos. Não deveria ser assim.

Pode ser porque parece difícil ou as pessoas já não sabem como rezar o Terço. Compreensível, pois é necessário dizer várias preces, pronunciando-as na ordem correta, mudando o sentido conforme os dias, e talvez não haja alguém por perto para ensinar como se faz.

Nada disso, porém, deve ser desculpa para deixar de ter seu momento de devoção e manutenção do espírito. Sendo assim, pegue logo o seu rosário e siga lendo este post para aprender, passo a passo, como rezar o Terço. Preparada?

O que significa rezar o Terço

Prática relacionada à devoção a Nossa Senhora, o Terço é parte do Santo Rosário, um encadeamento de orações que tem sentido meditativo e reflete sobre os mistérios da vida de Jesus Cristo.

Originalmente, no Rosário eram rezadas 150 Ave-Marias. O Terço, por sua vez, completa-se com a recitação de 50 Ave-Marias, uma para cada conta menor do colar que é usado pelos fiéis durante a oração.

Portanto, ele continha uma terça parte de Ave-Marias do Rosário; daí o seu nome.

Em 2002, o papa João Paulo II instituiu um novo grupo de mistérios, acrescentando 50 Ave-Marias ao Rosário. O Terço continuou com as mesmas 50, mas que agora correspondem a um quarto do Rosário. Mas o nome, por ter se popularizado, permaneceu.

A composição do Terço

O mesmo nome é utilizado para designar o colar de contas que é usado para rezar o Terço.

O terço (objeto) pode ser feito de diversos materiais, mas tem um formato mais ou menos padronizado: uma corrente composta de 50 contas, sendo que cada dezena é separada por uma bolinha maior, no total de quarto. A cada uma dessas contas maiores é dedicado um Pai-nosso.

Ao fim do círculo formado pelas 54 contas há, normalmente, uma medalha de Nossa Senhora. Dela desce, como se fosse um colar gravatinha, um apêndice com mais duas contas maiores delimitando três menores. Na ponta, como pingente, há um crucifixo.

Somando tudo, dá seis Pai-nossos e 53 Ave-Marias (59 contas).

É a partir do crucifixo que se dá início à oração do Terço, que se completa após uma volta em todo o colar, encerrando na medalha da Virgem, cada conta correspondendo a uma oração, com o acréscimo de um “Glória ao Pai” após cada dezena de Ave-Marias.

O que são os mistérios

O principal objetivo do rosário é meditar sobre as passagens marcantes da vida de Jesus e Maria — a quem é devotada a popular oração.

Cada terço do Rosário corresponde a um grupo de mistérios, que é como a Igreja define essas passagens. Dessa forma, realizar todo o percurso de 200 Ave-Marias é relembrar a trajetória de Cristo e sua mãe entre nós.

Portanto, existem 20 mistérios, separados em quatro grupos, simbolizando em sua totalidade as diferentes etapas da caminhada do filho de Deus. Cada grupo está relacionado a um período da vida de Jesus e é consagrado a diferentes dias da semana.

Aos rezarmos o Terço, devemos meditar sobre o mistério do dia. Se for numa segunda-feira, sábado ou no domingo do Advento, dedicaremos a oração aos mistérios da alegria (ou gozosos), que relatam passagens da infância de Cristo.

Terças e sextas-feiras, além dos domingos da Páscoa até a Quaresma são dedicados aos mistérios dolorosos, que tratam da Paixão. Quartas-feiras e domingos da Páscoa até o Advento são consagrados aos mistérios gloriosos (ressurreição de Cristo e coroação de Nossa Senhora).

Por fim, os mistérios luminosos (instituídos por João Paulo II) falam da vida pública do Salvador (batismo, instituição da Eucaristia etc.). A quinta-feira é o dia dedicado a eles.

Como rezar o Terço

Agora que desvendamos a anatomia do Terço e sua relação com o Santo Rosário, podemos partir para o que interessa: saber, finalmente, como se faz a oração.

Antes de começar, porém, escolha um local tranquilo e reservado e um momento em que está tudo calmo para que nada se interponha ao seu momento de piedosa contemplação. Após isso, pode dar início à prece.

Primeiro, verifique quais os mistérios do dia. Então, de posse do terço, comece fazendo respeitosamente o sinal da cruz.

Segure o crucifixo e recite o Credo (“Creio em Deus Pai todo poderoso….”). Passe à primeira conta acima do crucifixo e diga o Pai-nosso. Reze uma Ave-Maria para cada uma das três bolinhas que se seguem.

Depois, para a próxima conta, logo abaixo da medalhinha, dê “glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, assim como era no princípio, agora e sempre, amém”. Nesse ponto, você deve citar o primeiro mistério do dia. Medite uns instantes sobre o enunciado. Avance até a medalhinha e reze o Pai-nosso.

Para a sequência de dez bolinhas menores, reze dez Ave-Marias, dê Glória ao Pai e diga a oração de Nossa Senhora de Fátima (“Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o céu e socorrei principalmente as que mais precisarem, amém”). Cite o segundo mistério do dia.

A partir daí, siga o esquema Pai-nosso + 10 Ave-Marias + Glória ao pai + mistério até completar os cinco mistérios do dia. Após citar o último, você ainda terá um Pai-nosso e dez Ave-Marias para fechar o percurso e chegar novamente à medalhinha. Uma vez ali, reze o Salve Rainha, diga a ladainha de Nossa Senhora, a consagração da Virgem e faça o sinal da cruz.

Descrevendo assim parece complicado, mas com um pouco de prática você logo dominará a oração. Basta observar quais os mistérios do dia e internalizar as preces e salves que ela comporta. Após uma semana, provavelmente, já saberá como rezar o terço sem tropeçar, podendo desfrutar da serenidade que a consagração diária de Nossa Senhora tem a oferecer.

Para fechar a temática religiosa do dia, queremos convidá-la a conhecer a seção de semijoias místicas da loja virtual da Linda Bela. É só clicar e aproveitar!

 


Comentários