Como saber se um anel é de ouro?

Como saber se um anel é de ouro?

“Nem tudo que reluz é ouro”, diz a sabedoria popular. De fato, algumas coisas não são bem o que parecem. Aquele anel maravilhoso que a vitrine exibe, por exemplo: ainda que o vendedor jure se tratar de metal precioso, pode muito bem não passar de uma elaborada falsificação.

Assim, como saber se um anel é de ouro mesmo se, no “olhômetro”, não dá para diferenciar o verdadeiro da imitação?

Em tempos de “made in China”, não são poucos os que levam gato por lebre — para usarmos outra expressão popular. A procedência nem sempre evidente dos produtos e a ansiedade de alguns em aproveitar barbadas são as principais responsáveis pelas fraudes.

Também pode ocorrer de você ganhar um anel supostamente de ouro — como herança ou por algum outro motivo. Saber se está lidando com uma joia autêntica é importante para determinar o seu valor real e justificar a manutenção dela como parte do patrimônio familiar.

Normalmente, para se ter uma resposta precisa, o melhor é recorrer a um joalheiro de confiança. Entretanto, pode acontecer de não contarmos com o tempo necessário para conseguir ajuda especializada.

Em situações assim, é preciso resolver as coisas por nossa conta. Por isso, vamos apresentar agora algumas dicas sobre como saber se um anel é de ouro mesmo. Acompanhe:

Verifique a reputação do fornecedor

Saber de quem se está comprando é um bom ponto de partida. Se você já teve experiências positivas com o fornecedor, sabe que pode confiar nele. Afinal, já se estabeleceu uma relação e ninguém gosta de perder clientes.

Por outro lado, o anel do qual está interessada pode vir de um vendedor diferente. Ou, então, de um site desconhecido. Em ambos os casos, procure referências.

Se for um fornecedor da web, pesquise: veja se há comentários desabonando a conduta do vendedor ou se constam reclamações a respeito dele em sites como o Reclame Aqui. E fique atenta à política de trocas e/ou cancelamento de compras da página. Lembre-se: você tem o direito de se arrepender e solicitar reembolso.

Veja ainda se o produto possui certificado de garantia. Essa é mais uma maneira de assegurar que você terá como reparar uma compra malsucedida.

Observe se o anel possui marcações

Já adquiriu a joia? Bem, nesse caso, comece sua inspeção observando se o anel possui marcações que indiquem se tratar de ouro realmente.

Em geral, uma peça legítima possui gravado em sua superfície um selo que indica o grau de pureza do ouro, que pode variar entre 10K e 22K (ou quilates). Qualquer coisa abaixo disso não é ouro, enquanto que, quanto maior o número, mais ouro presente na peça.

Para enxergar numerosinhos tão pequenos, utilize uma lupa. Se o anel em questão tiver algum tempo de uso, talvez tenha danificado essa marcação. Ou, ainda, um falsificador criterioso pode ter acrescentado um selo falso na “joia”.

Sendo assim, vamos ao plano B.

Mergulhe o anel numa bacia com água

Um anel de ouro possui uma boa densidade. Isso quer dizer que a peça afundará se colocada em um recipiente com água. Se boiar, fique certa de que se trata de um anel fajuto.

No entanto, para se obter precisão em um teste de densidade, você precisa, primeiramente, pesar o material. Depois, mergulhe a peça em um recipiente transparente com marcação de mililitros na lateral. Anote o nível de água e, depois, o quanto a água subiu ao depositar o anel no frasco. Subtraia o primeiro valor pelo segundo. Então, divida o peso do anel pela quantidade de mililitros que o metal deslocou. Aí está a sua densidade.

Uma peça de ouro puro (24K) tem aproximadamente 19.3 g/ml. Um anel de 18K, por sua vez, de 15.2 a 15.9 (ouro amarelo) ou 14.7 a 16.9 g/ml (ouro branco).

Tudo isso, como se vê, é um tanto complicado. O melhor, nesse caso, seria contar com a ajuda de um joalheiro. Assim, tentemos outra coisa.

Aproxime a peça de um ímã

Este é um teste simples: consiste em aproximar a peça de um ímã e ver o resultado. Se o objeto for atraído para o ímã, é razão mais do que suficiente para ficar com o pé atrás. Afinal, o ouro não é um metal magnético.

O problema é que alguns outros metais não magnéticos são usados na fabricação de falsificações. Ou seja: não é porque passou no teste do ímã que seu anel é, comprovadamente, de ouro. Então, vamos em frente.

Esfregue o anel numa superfície áspera

Outro procedimento prático, mas um pouco radical: esfregar o anel em alguma superfície áspera. A ideia é testar a resistência do metal à abrasão. Se a ação danificar a peça, temos uma imitação. O ouro, por seu turno, deverá manter-se íntegro.

Uma variação desse teste é o do prato de cerâmica. Risque a superfície do prato com o anel e veja o resultado: se deixar uma mancha preta na cerâmica, é fake; se ficar um risco dourado, alegre-se: é ouro.

Pingue umas gotas de ácido nítrico

Essa é uma das formas mais eficientes de como saber se um anel é de ouro. No entanto, implica o uso de materiais um pouco perigosos. Portanto, use luvas apropriadas e tenha muito cuidado.

Para realizar o teste, você precisa de um recipiente de aço inoxidável e umas gotas de ácido nítrico, composto usado na fabricação de pólvora, fertilizantes e fibras sintéticas, entre outras aplicações.

Não é muito simples obter o produto, mas o teste é bem básico: coloque o anel no recipiente de aço e, usando um conta-gotas, pingue uma gota do ácido sobre a joia. Se nada acontecer, se trata de ouro. Qualquer outra reação é sinal de que não é.

Procure um especialista

Isso já foi dito logo no início, mas não custa reforçar: “se nada mais der certo” e você ainda ficar em dúvida (ou antes mesmo de qualquer outra iniciativa), contate um joalheiro de confiança e submeta o anel ao julgamento dele.

Pode ser necessário desembolsar algum dinheiro pelo serviço, mas você terá um parecer conclusivo.

De outro modo, aí estão algumas maneiras de como saber se um anel é de ouro. O importante é que, agora, você não será tapeada tão facilmente nem pagará mico apresentando às amigas uma fajutice como sendo uma valiosa joia de família.

Aproveitando que o momento é de descobertas, aqui vai mais um desafio: você já conhece os anéis folheados a ouro da Linda Bela? Ainda não?! Então não perca tempo e visite nossa loja virtual agora mesmo.

 


Comentários