Como se vestir bem e elegante?

Como se vestir bem e elegante?

Vestir-se bem e com elegância não é privilégio das celebridades nem uma questão de grife. Tem mais a ver com sentir-se à vontade naquilo que veste e transmitir esse sentimento a quem observa. Mesmo assim, o assunto gera alguma controvérsia, por isso vamos falar sobre como se vestir bem no post de hoje.

A controvérsia se dá por um fato simples: gosto é algo que, já ensinavam nossas avós, não se discute. Mesmo assim, existem certas convenções que o bom senso dita e vale a pena observar. É o caso de se sobrepor estampas — sabemos por experiência que o resultado normalmente não é dos melhores.

A harmonia faz bem aos olhos e complementa a experiência daquilo que chamamos ali em cima de “sentir-se à vontade”. Assim como outras regras de figurino que auxiliam no acerto de uma montagem quando tudo o mais que tentamos parece não cair legal. Nessas horas, quando nada que está no closet parece combinar, é de grande ajuda se apegar a certas dicas infalíveis.

Algumas dessas dicas a gente vai apresentar logo abaixo, confira:

Siga seu estilo

Ter um estilo é lançar um olhar apurado para tudo aquilo que te faz se sentir bem, poderosa. Não significa, obviamente, que seja uma construção para a vida toda: a gente muda, amadurece, adquire vivências e assume novas referências. Tudo isso impacta na forma como nos vestimos. Pegue algumas fotos suas de quando era adolescente e entenderá o conceito.

Mas compreender o próprio estilo é um passo importante para se dar bem com o figurino. Inclusive, ele pode ter uma relação radical com o look: é o caso de quem se amarra em street style, um jeito de vestir influenciado pelo meio urbano e caracterizado por composições muito originais.

Há quem se influencie pelo gosto musical, como as adeptas do estilo rocker — que também “conversa” com a moda de rua. Outras, fazem o tipo mais contido ou romântico — para essas, as estampas florais e as rendas delicadas são ótimos companheiros de jornada.

É claro que nada impede que você saia dessa construção de vez em quando, por uma questão experimental, de estado de espírito ou por necessidade (questão profissional ou uma ocasião especial). Mas trataremos sobre isso mais adiante.

Use a numeração correta

Esta dica parece carregar uma dose tremenda de obviedade, mas seja honesta consigo mesma: quantas vezes você cedeu à tentação de adquirir uma roupa que definitivamente não cabia em seu corpo, apenas porque amou a peça e não havia número correspondente? Daí ocorre aquele sofrimento, seja tentando caber na numeração menor, seja observando a sobra de tecido diante do espelho de um número maior.

Resista, amiga! Mesmo que o modelo seja divino e único, respire fundo e pronuncie um sonoro “não” para a diabinha em sua orelha. Valorize, por outro lado, o modelito que se ajusta com precisão ao seu corpo, pois ele dará um caimento muito melhor.

Portanto, não se afobe. Experimente com cuidado cada nova aquisição, veja se ela realmente se harmoniza com seu perfil e só depois disso saque a carteira. Lembre-se ainda que não adianta lançar na cara da vendedora um “meu número é tal”, pois cada marca adota numeração específica. Uma chatice, é verdade, mas o mundo da moda não é perfeito.

Saiba combinar as cores

Vale para o design, vale para a decoração de interiores e vale, também, para o seu figurino: combinar cores com sabedoria é essencial.

Esse conhecimento é um pouco instintivo: não é necessário muito treinamento até que se entenda quais cores não conversam de modo harmônico. Mesmo assim, é comum a gente ver garotas escorregando no look por arriscar uma sobreposição decididamente infeliz.

Também é importante ressaltar que a cor da pele e dos olhos favorece certos tipos de cores, seja para aproximar o tom (no caso dos olhos), seja para promover um contraste (no caso da pele).

De qualquer maneira, caso persistam dúvidas sobre a conveniência ou não de realizar certas combinações, é possível recorrer a padrões consagrados, que os designeres têm como guias há tempos.

Valorize seus pontos fortes

Nem todas temos corpos de manequim. Isso é um fato que até as grandes publicações de moda e grifes descobriram, pois finalmente começaram a incluir modelos com padrões estéticos diversos em seus catálogos.

Além de contribuir para elevar a estima de mulheres cujo perfil não é exatamente o de miss, esse movimento demonstra como se vestir bem é uma questão de conhecer o corpo e ressaltar o que ele tem de especial. Ao mesmo tempo, é possível, com a escolha correta do vestuário, minimizar aqueles aspectos de que a gente não se orgulha tanto.

Por isso, perceba quais os seus pontos fortes e invista neles. Se acha os seios bonitos, por que não valorizá-los com um bom decote? Está com a silhueta em cima? Uma roupa justa vai premiar o seu esforço. Se, por outro lado, foi traída pelo chopinho da happy hour, pode amenizar o problema apostando em modelos transpassados ou do tipo envelope.

Entenda a ocasião

Essa é uma circunstância em que o vestir-se bem está condicionado a um fator externo: as regras da ocasião. Mesmo que você esteja impecável em seu look, se o momento exige determinado tipo de vestuário, tudo o que estiver fora desse “dress code” vai destoar.

Portanto, saiba de antemão se a festa a que foi convidada pede uma produção chique ou despojada, ou se o evento promovido pela chefia da empresa terá clima descontraído ou formal.

Após isso, verifique no seu closet quais peças têm mais chances de compor adequadamente o look. Em muitas situações, basta ser criativa e combinar corretamente os acessórios para modificar o status de uma roupa, deixando-a em sintonia com o compromisso.

O importante é evitar o equívoco de investir numa produção totalmente por fora. Isso certamente arruinará a sua noite.

Não esqueça dos acessórios

Como demos a entender no tópico acima, os acessórios femininos têm o poder de transformar um look despretensioso em algo mais requintado. Também são capazes de ressaltar o sentimento de conforto que determinada montagem sugere, de dar uma apimentada no traje de ocasião e assim por diante.

Para isso, é importante combinar os acessórios e ajustá-los ao estilo de sua produção, de maneira a realçar aspectos do look. Uma sandália bonita ou salto alto para conferir requinte ao traje do dia a dia, uma bolsa glamourosa para deixar o visual equilibrado, os brincos certos para o seu tipo de rosto, aqueles anéis delicados para ressaltar beleza as mãos etc.

Ou seja, não escolha os acessórios automaticamente, apenas para não parecer que algo ficou faltando. Use cada item com cuidado e em benefício de sua produção. A qualidade do look aumenta ou diminui em decorrência da escolha feita. Por isso, exerça um olhar clínico para dar o acabamento perfeito em seu visual.

Sinta-se confortável

A última dica desta lista decorre um pouco das escolhas feitas acima, mas traz o que talvez seja o principal resultado a se buscar na montagem da vestimenta ideal. Sentir-se confortável dentro do look escolhido é meio caminho para sentir-se bem com o que veste.

Não vale a pena sacrificar esse conforto por teimosia. “Se eu ficar sem respirar nas próximas duas horas, esse vestidinho vai ficar perfeito”. Ou ainda: “Esse sapato aperta só um pouquinho, então, tudo bem, eu aguento”.

Esqueça essas vãs esperanças. Melhor investir suas energias naqueles modelitos e acessórios que parecem ter sido feitos sob medida para você, que deslizam sobre a pele como seda e deixam-na despreocupada para aproveitar bem a ocasião.

Isso tudo tem a ver com respeitar o próprio corpo, respeitar o estilo pessoal e usar aquilo que gosta, mesmo que a moda no momento recomende outra coisa. Não dá para a gente seguir as tendências como um aficionado por tecnologia que não enxerga um palmo na frente do rosto, não é mesmo? Nem tem como se vestir bem sem se sentir confortável, de bem com a vida e satisfeita com as próprias escolhas. Portanto, não abra mão disso!

Agora que você está mais confiante que nunca para montar os looks mais arrasadores, talvez seja o momento de se reabastecer de acessórios. Afinal, em situações críticas, só os acessórios salvam!

Na loja virtual da Linda Bela estão as melhores semijoias do mercado. Tudo com o melhor custo-benefício e a mais certeira garantia de procedência. Está esperando o quê? Clica lá!

 


Comentários