Como ter estilo feminino? Descubra o seu!

Como ter estilo feminino? Descubra o seu!

É como se diz por aí: estilo, todo mundo tem o seu. Algumas pessoas, entretanto, são mais estilosas que as demais. Cultivam um jeito de vestir que causa admiração e angaria adeptas — gente disposta a emular aquele estilo feminino com o qual tanto se identificam.

Muitas outras, porém, estão mais interessadas em empreender uma jornada de autoconhecimento, descobrindo por si um estilo que defina a sua personalidade. Serão essas que, mais tarde, exercerão influência sobre o guarda-roupa de outrem.

Todavia, como se faz para ter (ou desenvolver) estilo? É algo inerente ao nosso caráter e, portanto, imutável, ou está sujeito a amadurecer conosco? Quem sabe, ainda, uma coisa que podemos mudar ao sabor do momento ou da conveniência? Tipo: “Hoje estou me sentindo recatada e do lar” (ou, por outra, “hoje estou para o crime”)?

Bem, segundo Alyce Parsons, ninguém é feita de um único estilo. A autora do livro “Universal Style” conceituou sete estilos femininos universais e acredita que todas somos resultado de interações entre essas configurações padrão.

Ou seja, a pessoa pode ser descrita como clássica, mas apresentar tendências casuais ou modernas.

Ainda assim, é possível acomodar todos os estilos femininos dentro dessas sete grandes categorias. Se você já se perguntou qual, afinal, é o seu estilo (o que é muito útil na hora de compor seus looks), vale a pena conhecer os sete modelos universais.

Então, vamos a eles:

1. Estilo tradicional

Alguém mais irreverente chamaria esse estilo de “quadrado”, mas o fato é que o estilo tradicional é bastante popular no Brasil, especialmente em grandes centros, onde ele se confunde com um jeito de vestir meio executivo (o famoso look de trabalho).

Trata-se de uma configuração sóbria, ideal para quem procura segurança e preza a discrição. É feita de cortes retos, cores neutras e nenhuma extravagância. Sendo assim, valoriza a beleza atemporal e a delicadeza dos acessórios, como os brincos pontos de luz e as meias alianças.

Em contrapartida, nada de decotes ou saias justas: a mulher tradicional não quer chamar atenção para si, mas passar uma impressão de eficiência, equilíbrio e confiabilidade. Em razão disso, é um estilo eficiente para se usar durante uma entrevista de emprego.

2. Estilo casual

É o estilo de quem não abre mão de se sentir livre, leve e solta e não quer perder tempo elegendo looks elaborados. É o que podemos chamar de estilo do dia a dia (algumas pessoas preferem chamá-lo “esportivo”).

Não importa o nome, sua principal atribuição é conferir conforto e liberdade de movimentos. Por isso, nada é muito justo ou complicado, tudo tem caimento e expressa jovialidade e alto-astral.

No que diz respeito aos acessórios, o estilo casual abre um leque de possibilidades, que vão de colares delicados a mixes de pulseira e anéis, oferecendo espaço para brincos mais vistosos como forma de incrementar um pouco o visual.

3. Estilo elegante

Se você não sai de casa sem dar um retoque na maquiagem nem escolher a dedo o modelito, é provável que faça parte do grupo das elegantes. Podemos dizer que esse estilo é uma continuidade do tradicional. Afinal, a mulher elegante cultiva os mesmos valores (discrição, sobriedade), mas agrega refinamento às suas escolhas.

Normalmente, adeptas desse estilo são chamadas “poderosas”: exprimem decisão e respeitabilidade. Por conta disso, escolhem seu vestuário com cuidado, sendo fiéis às marcas mais destacadas sem se importar em gastar mais por isso.

Diferente das mulheres de perfil clássico, as elegantes apostam em acessórios com um pouco mais de brilho e presença, especialmente pulseiras e pingentes elaborados. Usam especialmente o dourado como contraponto à neutralidade do look.

4. Estilo sensual

Quem curte se vestir para o “crime”, entende o poder do estilo sensual. Ele está muito presente nas baladas e faz sucesso entre as garotas descompromissadas (mas não se resume a esse público, obviamente).

Peças justas, curtas ou transparentes fazem o guarda-roupa da mulher sensual. Ela curte seu corpo e não tem receio de exibir seus melhores dotes. Não significa, porém, que deva se apresentar de modo vulgar: a mulher sexy sabe que não precisa sacrificar o bom gosto para se sentir desejada. Isso significa que é possível aliar elegância com ousadia — coisa que celebridades fazem como ninguém.

Alguns acessórios ajudam a imprimir sensualidade ao look, como colares gravatinha e gargantilhas. Maxi brincos também combinam com montagens ousadas, pois evidenciam a beleza do rosto e pescoço.

5. Estilo criativo

Exótico por definição, o estilo criativo adora estampas baseadas na cultura pop e combinar peças que, aparentemente, nada têm em comum. O resultado normalmente é alegre e muito chamativo. Podemos dizer que as fashionistas, as geeks e fãs do street style são os motores desse jeito inovador de vestir.

Se você adora experimentar roupas diferentes, sente-se à vontade para fugir ao padrão e vê a moda como arte e expressão, esse é o seu estilo.

Com relação aos acessórios, em vista do excesso de informação que tanta mistura inevitavelmente promove, convém atentar sempre para o equilíbrio da composição. Não estão descartadas, porém, as peças vistosas e extravagantes. Tudo vai do seu feeling.

6. Estilo moderno

Enquanto o estilo criativo tem uma pegada inegavelmente jovem, o moderno atualiza o conceito para um público mais maduro. Trata-se de um estilo urbano, que exprime personalidade, segurança e um toque de sofisticação.

O moderno valoriza o contraste e a uniformidade do preto, além de estimular a criatividade no emprego de peças assimétricas e cubistas. O uso de acessórios é orientado pelo minimalismo e arrojo no design das peças. Objetos metalizados e banhados a ródio negro são boas opções para compor um bom look urbano.

7. Estilo romântico

Delicado e bastante floral, o estilo romântico destila suavidade em looks de tons claros e muito femininos. Cabem aqui as peças acinturadas, as rendas, os bordados, laços e babadinhos.

Entretanto, não é necessário parecer uma princesa da Disney: dá para usar peças com cores mais vivas e cortes masculinos para deixar o visual um pouco menos frágil. Além disso, acessórios com uma pegada artesanal ou vintage são boas companhias do estilo romântico. Brincos e anéis com cristais e pedrarias são complementos ideais.

E você, já descobriu qual o seu estilo feminino? Ou quais elementos distintos compõem a sua personalidade ao vestir? Independentemente de qual seja ele, o importante é saber como usar as principais características para compor looks com segurança e personalidade. Mais do que isso: é fundamental sentir-se à vontade com o seu estilo.

Agora que você também sabe quais acessórios combinam com os estilos existentes, que tal renovar o seu estoque de semijoias? É só passar na loja virtual da Linda Bela e conferir as novidades. Não importa se você é do tipo clássica, ousada ou moderninha, ali tem tudo para deixar suas produções ainda melhores!

 


Comentários