Como usar argolinha na orelha?

Como usar argolinha na orelha?

Pense rápido: qual o tipo de brinco mais popular que existe? Se você chutou a famosa argolinha, sua chance de acerto é extremamente alta. Isso porque não há, exatamente, um levantamento para responder a essa pergunta que confirme a sua aposta.

Porém, se dermos uma olhada por aí, perceberemos facilmente a presença maciça da argolinha na orelha do povo. Está entre as mais usadas, certamente.

E qual o motivo de tanta aceitação? Você também pode sugerir a sua própria razão, que se juntará a uma variedade de outros motivos. Podemos, por exemplo, citar a praticidade da peça, o fato de ela ser discreta, de cair bem com qualquer look, de se encaixar a qualquer formato de rosto e de poder ser usada a partir de qualquer idade.

Na pressa, e na impossibilidade de sair para a rua sem brincos na orelha (sacrilégio supremo), investimos na segurança da querida peça.

Mas existe maneira correta de usar argolinha na orelha? Decerto que não, cada uma utiliza o acessório como bem lhe convém. Porém, algumas formas de usá-la têm caído no gosto da mulherada — especialmente daquelas que não dispensam o popular brinco e curtem usá-lo da forma mais fashion possível. Ser pop não significa ser ordinário, correto?

Vamos considerar que você também ama andar com argolinha na orelha, porém está um pouco sem ideias sobre como propor variações desse mesmo tema. Saiba, a seguir, algumas dicas de como usar argolinha na orelha com todo o glamour. Confira!

Uma argolinha e nada mais

Não é porque se trata do “básico do básico” que a gente vai deixar de lado o uso mais clássico da argolinha na orelha: sozinha, espetada castamente no lóbulo, sem nenhuma companhia em volta. Simples e eficiente.

Trata-se de uma alternativa para o dia a dia, quando precisamos lançar mão de uma produção casual e nos falta o toque final, que a argolinha facilmente proporciona. Cai bem no trabalho, para levar os filhos ao colégio, dar uma volta no shopping, participar de uma reunião informal, enfim, não é chamativo, nem rebuscado, apenas um discreto acréscimo para dar equilíbrio e lustre ao look.

O bacana desse arranjo é que é prático e confortável — além de estiloso na medida certa. E, a depender do modelo de argolinha, a solução pode até ser considerada um pouco acima da média. Afinal, nem toda argolinha é só uma argolinha. Sua confecção abraça uma variedade de formatos, materiais e acabamentos. Basta você escolher o seu exemplar.

Argolinha com pingente

Um pouco menos óbvia que a simples argolinha na orelha, mas ainda contando somente com ela, sem outro brinco ou piercing por perto, temos a argola que vem com um pingente junto.

Trata-se de um artigo familiar, se você não nasceu neste século: note que o objeto faz uma releitura de um acessório que andava em alta nos anos 1980, porém usado principalmente pelos homens, impulsionado por sucessos como “Garotos Perdidos” e “Anjos da Lei”.

Em sua moderna e femininíssima versão, é uma peça que, embora não possamos considerar chamativa, atrai o olhar e tem uma pegada requintada, o que faz dela uma opção interessante quando queremos subir o nível da produção.

Vale destacar ainda que o pingente cobre uma gama maior de looks, visto que é produzido sob formatos variados (do retrô crucifixo ao indefectível coração) e com materiais diversos, como metal, cristal, pérola etc.

Argolinha no segundo furo

Saindo do modo “single”, começamos a propor criações mais ousadas e coloridas com o aproveitamento do segundo furo na orelha. Como você já deve ter percebido, somos fãs desse tipo de look porque ele amplia demais o leque de possibilidades e tem uma pegada ousada que é irresistível.

Porém, no caso aqui em questão, a argolinha perde um pouco do protagonismo para servir de contraponto a um acessório com maior poder de atração. Pode ser um maxi brinco — uma tendência que veio para ficar —, uma peça mais alongada e estilosa ou mesmo uma outra argola, só que maior.

A principal aplicação dessa combinação é para quando há uma ocasião especial no horizonte próximo: uma festa glamurosa, um evento chique, uma balada descolada etc. Ou seja, quando você pensa em sacar do closet um figurino de arrasar e deseja que seus acessórios ratifiquem a exuberância da produção. Ousadia e classe para ninguém botar defeito!

Trio de argolinhas

Uma é pouco…. Duas é bom… Três são demais! Em uma subversão ao velho dito popular, o uso de três argolinhas é absolutamente incrível! Tanto que não nos cansamos de ver as celebridades esbanjando charme ao fazer uso desse tipo de arranjo.

Meninas descoladas, de visual roqueiro, alternativo ou hippie chic também abusam da profusão de brincos, piercings e piercings fake nas orelhas. Fica divertido, ousado, sexy e pode ser usado em ocasiões mais pomposas.

Também entra na conta dessa tendência o aproveitamento dos três furos para usar os brinquinhos combinando, a três peças compondo um único visual. Elas têm o mesmo feitio, o que varia um pouco é o tamanho.

Seja como peça única do look, seja parte de um mix de brincos e demais acessórios, a argolinha na orelha sempre terá a nossa simpatia. Escolha o uso que mais combina com a sua personalidade e o momento, mas não deixe de explorar as possibilidades que o singelo objeto proporciona. Tem horas que nada mais levanta o astral do que mudar o visual, para variar.

É como a gente  disse: a argolinha na orelha é um patrimônio nacional. Todas adoramos usar e cada uma temos nossas razões para fazê-lo. E o papel aqui da Linda Bela é não te deixar sem opções. Por isso, não deixe de conferir a seção de brincos da nossa loja virtual. É tudo níquel free e com entrega para todo o Brasil. Pode confiar!

 


Comentários