Pulseirismo: use seu mix de pulseiras sem moderação!

Pulseirismo: use seu mix de pulseiras sem moderação!

Tendência há alguns anos — com nomes diferentes —, o pulseirismo veio para o dia a dia da mulher com lugar marcado para ficar. O problema é que muitas vezes é difícil entender como fazer um mix de pulseiras que seja bonito, que orne com a roupa e que dê conforto a quem usa.

Pensando nisso, escrevemos esse post para explicar o que é o pulseirismo, como harmonizar, o que evitar, como escolher seguindo estilo e ocasião, e qual seu tamanho ideal. Ficou interessada? Então continue com a gente!

O que é o pulseirismo?

Talvez você tenha visto há alguns anos a tendência de usar várias pulseiras e braceletes de uma só vez, combinando-os entre si. O nome, na época, era em inglês: arm party, ou algo como “festa no braço”.

Com o pulseirismo, a coisa acontece de uma forma um pouco diferente. Aqui, as pulseiras não precisam combinar. É permitida a mistura de texturas, materiais, cores, estilos, tamanhos e espessuras. Não há muitas regras e pode-se usar vários estilos de pulseiras ao mesmo tempo.

Como escolher as peças e deixar o mix harmonioso?

A dica aqui é prestar atenção nas cores. O pulseirismo permite, sim, a mistura de vários tipos de pulseiras, mas as cores delas não podem brigar com a roupa que você estiver usando, nem entre elas mesmas. Outra coisa: uma pulseira não pode tampar a outra. Tudo precisa conversar entre si.

Outro fator que ajuda a harmonizar o mix é em relação à manga da roupa. Dê preferência às roupas sem essa parte ou com uma que seja curta. Caso esteja um dia friozinho, opte por uma manga mais justa ao corpo e pulseiras mais larguinhas, por cima da manga. Fica um charme!

Qual o tamanho ideal?

Ao adotar a moda do pulseirismo, tente aplicá-la de modo que não ultrapasse metade do seu antebraço, caso contrário, você vai ficar parecendo a amostra daqueles caras que vendem artesanato nas praças públicas.

Em relação ao tamanho da pulseira em si, não tem muita regra. Apenas preste atenção no tamanho do seu punho e misture de acordo com o seu objetivo: pulseiras grandes e grossas, se quiser aumentar, e finas, se quiser deixar tudo mais discreto.

Como montar o mix de pulseiras para o dia e para a noite?

Para o dia, as escolhas ficam livres, já que as roupas usadas nesse período permitem que se ouse mais e carregue no pulseirismo. Portanto, vale pulseira colorida, vale mix de textura e pedraria, vale misturar os tamanhos, enfim, vale tudo que fique harmonioso.

Para a noite, em um evento chique, o cuidado deve ser tomado. Como os vestidos costumam ter presença, usar muitos acessórios pode deixar tudo muito confuso, portanto, opte por um pulseirismo extremamente harmonioso em relação à cor e à grossura do material — que tal investir em semijoias delicadas?

Qual é seu estilo pessoal?

Respeitar o seu estilo é extremamente importante na hora de fazer o mix de pulseiras, afinal, você ainda precisa se sentir como você mesma ao montar um look.

Se você fizer o estilo mais gótica e adora usar roupas escuras, as pulseiras banhadas em ródio ou em ródio negro vão cair muito bem. Outra opção, se for a sua praia, é usar pedras grandes e escuras para dar aquele detalhe que faz toda a diferença.

Se você quer aderir à moda do pulseirismo, mas precisa se apresentar formal no dia a dia, invista em pulseiras fininhas e mais básicas.

Se o seu gosto é mais puxado para o romântico, experimente misturar pulseiras com pingentes fofinhos. O material pode ser dourado, já que combina bem com as estampas que o estilo carrega.

Caso a sua onda seja chamar a atenção, misture braceletes — que já são mais grossos e largos — com algumas poucas pulseiras. Como aqui ser extrovertida não é um problema, o mix permite estilos mais ousados.

Agora que você já sabe mais sobre o pulseirismo, compartilhe esse post em suas redes sociais e ajude mais meninas a montar aquele mix maravilhoso!

 


Comentários